Nesta idade, o que fazer?

Desempregado — estevanfg.jusbrasil.com.br

A vida está difícil para todos neste planeta; para muitos, muito difícil!

Inflação lá nas alturas; no Brasil está comendo solta.

Foi a pandemia?

Não, pelo menos não aqui: 84 % vacinados no país, 82,7 % em meu Estado de Minas Gerais, 92 %; no município de Conceição do Rio Verde, município de área territorial enorme (370 km²), e ridícula população (hoje pouco mais de 17mil); em meu bairro Águas de Contendas o maior do município (98 km²), 860 almas. Há tempo, desde os primeiros meses de 2021, eu dizia “coitadinho deste vírus por aqui! Vai ter que procurar muito para conseguir um freguês”. Se cansou; envergonhado sumiu.

Foi porque um psicopata resolveu fazer seu país invadir seu vizinho, de que resultou completa desorganização das cadeias de comércio, redução do consumo e, pela lei de Adam Smith (ainda não revogada pela esquerda ou pela direita) o estopim foi a alta disparada do preço do barril de petróleo: arrastou toda a economia, baixou o consumo, levou à falta de alimentos em países desenvolvidos, a exacerbou em países e áreas em que a fome já é endêmica, crime hediondo a que a disfunção do sistema econômico internacional, a ineficácia da ONU, meu silêncio, o seu, o desdém dos governantes, os condenaram.

A Rússia gasta trilhões de dólares, a Ucrânia bilhões, vários países e empresas ajudam em armas e dinheiro que, somados, podem chegar a outros trilhões; veja a lista em https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_foreign_aid_to_Ukraine_during_the_Russo-Ukrainian_War#Provided_by_sovereign_states

E cada um de nós, que não somos banqueiros, donos de corporações financeiras, de alguma das maiores empresas do mundo, que não temos poder para direcionar o destino dos cofres públicos, temos que tentar sobreviver.

Minhas entradas em caixa são fixas, minhas despesas indispensáveis, já está explicado, crescem sem freio; as urgentes deixei para lá.

E lá tem este velhinho, aos 87 anos, que tentar trabalhar como e com as ferramentas que pode.

Alterei meu perfil no LinkedIn, e no blog Espírito, Saúde e Ciência, para adequá-los à minha idade, local e condição.

https://docs.google.com/document/d/136QTtSoiiqMoem_NZVJJ7tA3yP0B4-ZN/edit?usp=sharing&ouid=114540767088890527147&rtpof=true&sd=true

Na esperança de assim conseguir equilibrar as contas, se possível ter um padrão de vida mais razoável.

Do LinkedIn e do blog até agora não veio um pedido.

Já escrevi bastante aqui no Medium, sem poder ganhar um tostão porque o Brasil é um dos países que os donos do Medium decidiram que não podem entrar no “Partners Program”.

Talvez me sirva ao menos para que quem vier a ler esta postagem tenha ideias e caminhos a me sugerir, conselhos e ajuda nesta busca.

Mediumnicos abraços.

--

--

Already watching the eighty-seventh turn of the Earth in curtsy around its King, I’m an engineer that became a writer, happy, in perfect health, body and mind.

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Flavio Musa de Freitas Guimarães

Flavio Musa de Freitas Guimarães

Already watching the eighty-seventh turn of the Earth in curtsy around its King, I’m an engineer that became a writer, happy, in perfect health, body and mind.