Imagens que incomodam

Site da Abril

Nós assinávamos algumas revistas de informações gerais muito boas; todas a partir da eleição do Presidente Bolsonaro deixaram de ser publicações sobre fatos, análises e comentários, só inventavam e inventam mentiras — as tais de “fakes”, e se transformaram em arautos e apoiadores do Partido dos Trabalhadores e associados; trabalharam, vigorosamente, pela eleição do ex-Presidente Lula, que, condenado por três instâncias do Judiciário, foi preso, em 7 de abril de 2018[1], como devia; e ficou apenas seis meses no xilindró; foi solto pelo Supremo Tribunal Federal para que pudesse disputar e eleição de 2022; era a único que poderia fazer face contra Bolsonaro, odiado e temido pelo Supremo.

O Supremo é composto de oito Ministros indicados direta ou indiretamente por Dilma Roussef e Lula, os outros três, que haviam proferido votos exemplares, sem mais nem aquela, viraram a casaca; sim, não usam mais a antiga e respeitada Toga; são como um Comitê de Partido Único.

Tudo tem explicação. Vocês as conhecem ou, com alguma perspicácia, imaginam.

Sobrou a revista Claudia[2], que minha mulher ainda assina; embora publicada pela Editora Abril, cujas outras publicações são do mesmo tipo e objetivo das demais, não publica nada sobre política, e tem artigos sobre culinária, arranjos e decoração, coisas outras de interesse para o sexo feminino.

Eu trabalho e brinco no computador sempre fumando muito; para não queimar o topo da mesa, uso uma das já lidas como suporte do cinzeiro: se me distraio, a guimba só queima a revista.

Peguei uma ao acaso, como sempre, e a capa, aliás com queimadura de cigarro, que parece um bindi,

Escaneada por mim

Me incomodou.

Havia alguma coisa de estranha, incongruente entre o sorriso da moça, a posição de revista de sexo, coberta por calça, a feiura da barriga, um significante que não batia com o significado.

Se ela for lúcida, só pode estar disfarçando com este sorriso, as preocupações naturais da responsabilidade de quem vai colocar mais um ser humano neste mundo tão doido. Claro que já fez todos os exames avançados que hoje existem, sabe que o feto não tem deformações, que mexe a cabeça e membros, que não há incompatibilidade de seu DNA com o com o do marido ou amante.

Mas nenhum exame pode garantir que não seja mudo, surdo ou cego. E, por melhor que sejam o carinho, educação em casa, educação formal que ela e o marido (se não é mãe solteira) deem @ filh@, para que seja feliz, poderá ser u@ alegria, até mesmo u@m gêni@. Ou, um inconsequente, dirigir feito louco, matar gente, se aleijar num desastre, ficar inútil e uma carga para quem dele tiver que cuidar, ou, ainda, ser um vagabundo, um drogado…

O parto dos mamíferos, macacos, pandas, morcegos, vacas, ovelhas cabras, suricatos, felídeos (tigres, leões, onças-pintadas, leopardo-das-neves e leopardos), e felíneos ( quepardos, suçuaranas,linces,jaguatiricas e gato doméstico), e todos os demais, é uma sujeira danada de sangue na cria, o cordão umbilical por fora e dentro. Mas, se for de uma fêmea que não Homo Sapiens Sapiens*, a cria imediatamente receberá o carinho da mãe, livrando-o do cordão umbilical, lambendo-o, o protegendo até que saiba viver sozinho.

*A Ex-presidente Dilma disse que, conforme o sexo, deveria ser “Mulher Sapiens Sapiens”; ela foi e é pródiga em tiradas que nos faziam e fazem rir. Estou com saudades: tem “pontificado” pouco ultimamente.

Se é uma “Femina Sapiens Sapiens” (rs), se o parto for de cesariana, o bebê, é arrastado por u@ enfermeir@ que @ vai dar banho; por mais que o façam com cuidado, já foi separado da mão ao nascer. Se foi de parto normal num hospital, fica uns momentos no peito ou colo da mãe manchando o lençol ou o corpo da mãe e… mesma coisa, mas bem melhor, não é? Eu nasci em casa, de parto natural, ajudado por uma parteira; parteira experiente, deve ter posto um pano sobre o peito de minha mãe para que me visse e beijasse — ARGH! — e foi me dar banho.

Eu acho o parto uma barbaridade.

Há mulheres que acreditam que devem agradecer a um Deus bondoso, magnânimo, que inventaram que ele disse a uma tal de Eva: “Multiplicarei grandemente o teu sofrimento na gravidez; com sofrimento tu darás à luz filhos”. Gênesis 3:16[1]

Não há escapatória se o parto for de cesariana, não sente nada na hora, sofre depois da dor e consequência da cirurgia. Técnicas atuais aliviam e aceleram o parto; continua sendo uma barbaridade, para a mulher e principalmente para o feto.

A discussão, nem tanto sobre o porquê, mas sobre o para quê a vida existe, diverte os melhores filósofos desde a antiguidade, sem resposta plausível.

Enquanto tenhamos saúde física e mental sadias, todos amamos a vida, tudo que nos dá, mesmo os mais pobres e desamparados (que, aliás, são os que mais procriam.

Publiquei, no Medium, “Os trilhos convergem ao longe[2]”; no final, agradeço ao trenzinho: “Obrigado trenzinho, Valeu!”. Na apresentação em meu arremedo de autobiografia, sempre interminada, “Colagens e Remendos À mão já trêmula”, termino com: Não escreverei, claro, o último capítulo; a título de sugestão para alguém que o pretenda escrever, vai o meu epitáfio:

“Vivi. Valeu!”

É isso mesmo: adorei viver e adoro estar vivendo. Mas faz também parte de nossa vida olhar ao redor, perceber a realidade, e tecer considerações sobre o que percebemos.

E, quanto ao parto, acho isto aí mesmo.

Enjoei de esta figura; virei para ver a contracapa, também já está com queimadura de cigarro: uma pinta no queixo

[1] https://www.bibliaon.com/versiculo/genesis_3_16/

[2] https://blogflaviomusa.medium.com/os-trilhos-convergem-ao-longe-47443394fc73

As sobrancelhas indicam uma pergunta, dúvida, susto, desconforto, desdém, convite ou instigação?

A boca, com discreto sorriso,

A meu ver parece confirmar ser pergunta, dúvida, desdém, talvez convite e instigação

Contesta que seja susto e desconforto, a menos que seja uma artista que os consiga esconder; caso em que o significante não bateria com o significado.

Mas é uma mulher bonita; mesmo que o significante não condiga com o significado, não me incomoda.

Normalmente, o cinzeiro e o maço de cigarros escondem o rosto; e, quando o vejo, estimula meus neurônios, a cada vez imaginando qual seria a resposta certa.

Você tem um palpite?

[1] https://pt.wikipedia.org/wiki/Pris%C3%A3o_de_Luiz_In%C3%A1cio_Lula_da_Silva

[2] https://claudia.abril.com.br/

--

--

Already watching the eighty-seventh turn of the Earth in curtsy around its King, I’m an engineer that became a writer, happy, in perfect health, body and mind.

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Flavio Musa de Freitas Guimarães

Flavio Musa de Freitas Guimarães

263 Followers

Already watching the eighty-seventh turn of the Earth in curtsy around its King, I’m an engineer that became a writer, happy, in perfect health, body and mind.